PostHeaderIcon Inteligência Intrapessoal

Paisagem

Paisagem

O estudo dos pilares básicos da boa convivência é como janela que se abre para o grande sol da experiência e da felicidade. Conviver é possibilidade conferida a todos; a boa convivência, porém, é para quem deseja crescer e educar-se. Boa convivência não é somente polidez social. Consignemos como pilares dessa arte de relacionar o auto-amor, o autoconhecimento, o afeto e a ética.

Comentários :

A introspecção é um fator muito importante no ser. Ela nos remete ao mergulho interno nas origens do sentimento e reações que percebemos em nós.Na questão do auto-amor, precisamos analisar o que nos agradaria com relação as nós mesmos. As nossas reações, os nossos pensamentos e sentimentos como deveriam ser para que nos tornássemos agradáveis para o nosso conceito de bons seres humanos e consequentemente espíritos envolvidos no processo de iluminação interior ( chama divina ). Precisamos nos tornar pessoas interessantes e importantes nesta visão interna. Como reagimos ás situações que nos são ofertadas pelo laboratório da vida? Como nos sentimos após nossas reações? Nós somos motivos de preocupação e desagrado para a nossa consciência? Nossa felicidade depende da relação que mantemos com O Criador. Mas onde existe esta relação de nós com nossa Origem? A consciência é o manual de conduta e a porta da relação entre Deus e nós. Dessa Divindade parte a nossa ligação com nossa essência, nossa origem.Esta relação tem que ser harmoniosa. Necessitamos ter sentimentos e reações aprovadas pela nossa consciência, ela é nosso elo com o que conceituamos como sagrado e divino. Depende desta relação a nossa felicidade. A observação e a análise de nós mesmos tem que ser atos constantes em nossa vidas. Os ajustes dependem da nossa disposição e vontade. Experimente se analisar internamente e retirar um elemento para mudança. Analise a origem deste elemento e sua reação quando ele acontece. Procure a observar-se na sua relação com este “problema”. Procure informações de como você poderia evitar estes sentimentos e se for uma reação sua, procure se conscientizar da visão espiritual que lhe envolve quando você vive um momento deste. Procure enfatizar a reação que deveria ser adotada nesta situação. Como eu deveria reagir? Como eu deveria me sentir? Que tipo de energia eu percebo no momento que identifico meu envolvimento nesta situação? Faça um plano de ação para quando isto voltar a acontecer para que você se sinta e reaja diferente, de acordo com o que você acredita ser uma boa reação, uma vitória de você com você mesmo. Procure avaliar o grau de importância isto tem na sua vida. Por último, procure definitivamente mudar e minimizar energeticamente suas reações. A compreensão, a luz da visão espiritual e principalmente do evangelho de Jesus constituem fator definitivo para seu sucesso. Não se esqueça de ser paciente, racional, caridoso para com você mesmo. Não traga sofrimentos para esta experiência. Lembre-se você está num processo de auto-análise e reforma íntima. Reavalie sempre os resultados após cada reação. Más não deixem qualquer indício de autopunição surgir. Utilize sempre o processo de oração e meditação para achar suas soluções. Com certeza a ajuda virá.

Leave a Reply

Tags de relevância